top

create your own banner at mybannermaker.com!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

O NOME DE DEUS

Muitas vezes somos abordados pelos chamados "Testemunhas de Jeová". Eles procuram nos convencer de que o Nome de Deus é Jeová, e que é muito importante tratá-l'O por este nome. Além disso, eles têm outras doutrinas exóticas, que não cabe neste artigo tratar; entre outras coisas, eles dizem que Jesus não é Deus...

De onde veio este nome, "Jeová"?

Quando Deus Se revelou a Moisés, este perguntou a Ele qual o Seu nome. Deus respondeu: Eu sou O que sou (tradução da Vulgata pelo Pe. Mattos Soares). Este nome, traduzido como "Eu sou O que sou", é uma tradução do hebraico, do chamado Tetragrama, o Nome Inefável de Deus. É uma palavra hebraica com quatro letras: Yud-Hei-Vav-Hei. Esta palavra é uma forma arcaica do verbo "Ser" em hebraico. Devemos notar que o hebraico normalmente não apresenta o verbo "ser" no presente, já que apenas Deus É. Assim, em hebraico, dizemos "eu brasileiro", não "eu sou brasileiro", "Maria linda moça", não "Maria é uma linda moça".
Os judeus sempre tiveram um saudável respeito ao nome de Deus. O Tetragrama nunca é pronunciado pelos judeus; apenas o Sumo-Sacerdote, uma vez por ano (no dia de Yom Kippur), entrava no Santo dos Santos do Templo e sussurrava o nome. Isto era visto como algo extremamente perigoso, e na verdade o era. O Sumo-Sacerdote entrava no Santo dos Santos com uma corda amarrada no pé, para ser puxado para fora em caso de morrer lá dentro, o que certamente ocorreria se ele estivesse impuro. Foi esse aliás o fim de muitos Sumo-Sacerdotes judeus.
Para evitar pronunciar o nome de Deus, os judeus, ao lerem as Escrituras, pronunciam no lugar do Tetragrama a palavra "Adonai", que significa "Senhor". Aliás esta também é a Tradição católica; qualquer tradução católica mais antiga da Bíblia usará "O Senhor" quando no texto hebraico encontramos o Tetragrama, e "Deus" quando encontramos o Nome "Elohim" (outro nome de Deus, designando a Sua Misericórdia, como o Tetragrama designa a Sua Justiça).
Mas o respeito dos judeus vai mais longe; eles não usam a palavra "Adonai", ou sequer a palavra "Elohim" ao falar de Deus fora da oração. Se for necessário traçar a diferença entre uma e outra (como ao comentar a oração ou um texto bíblico), eles dizem "Adokai" ou "Elokim". Ao tratar de Deus em outras ocasiões, normalmente são usadas as expressões "Cadoch Barurrú" (que pode ser traduzida como "O Santo, louvado seja Ele") ou simplesmente "Rachem", que significa "O Nome". Estas pronúncias são transliterações para o sotaque carioca, com "R" soando aspirado, como o "H" em inglês.
O resultado disso é simples: a verdadeira pronúncia do Nome de Deus foi perdida. Como a língua hebraica não tem vogais (elas são escritas apenas em textos bíblicos, não em jornais ou livros, e são sinais parecidos com nossos acentos, colocados embaixo, em cima e ao lado das letras), qualquer tentativa de pronunciar o Nome de Deus é apenas uma suposição. Pode ser uma suposição educada, lendo-se o Tetragrama como normalmente seriam lidas as sílabas que o compõem em outras palavras, mas será sempre uma suposição.

Para evitar que alguém lesse por engano o Nome de Deus na oração (ao invés de substituí-lo por "Adonai"), os judeus normalmente escrevem as vogais da palavra "Adonai" com as consoantes do Tetragrama. Assim, o Tetragrama aparece cercado por sinais que são as vogais de "Adonai".

O heresiarca Martinho Lutero, ao fazer a sua tradução da Bíblia no século XVI, pegou um texto hebraico que continha justamente estas vogais em torno das consoantes do Tetragrama, e criou uma palavra que é na verdade composta pelas vogais de "Adonai" combinadas com as consoantes do Tetragrama: Jeová.

Assim, pela ignorância dos costumes judeus, foi introduzido como sendo o nome de Deus algo que na verdade é apenas uma mistura de duas palavras, sendo uma delas o Nome de Deus e a outra uma expressão que significa "O Senhor". Lutero foi o fundador do protestantismo, e seus discípulos diretos e indiretos levaram adiante este nome falso, que acabou por ser aceito por muitos como sendo a pronúncia correta do Nome de Deus. Os "Testemunhas de Jeová" são simplesmente um ramo do protestantismo que levou às últimas consequências este engano, e dedica-se a propagar pelo mundo este erro de tradução.

Surge então a questão: como deveria ser pronunciado o Nome de Deus?

Se procurarmos a suposição mais bem fundada, pronunciaríamos "Iavé", ou "Javé" (a maior parte das palavras que começam com um som de "I" em hebraico têm som de "J" em outras línguas, como "Irruchaláim", em português Jerusalém). Mas o melhor mesmo é nos atermos à tradição da Igreja e dizer sempre "O Senhor", ou, melhor ainda, Jesus, o Nome acima de qualquer outro nome.

O importante não é pronunciarmos corretamente O Nome, mas sim O glorificarmos por nossos atos e palavras:

Pai Nosso, que estás no Céu,

Santificado seja o Vosso Nome...

Autor: Carlos Ramalhete

17 comentários:

  1. Gostei do POST. Eu estava procurando sobre o nome e a relação entre ele e o catolicismo, porque eu sempre frequentei a igreja católica e não me lembro de ter escutado esse nome "Jeová" ser pronunciado. Achava que até era proibido, por sempre considerar aquele mandamento "Não pronunciar meu nome em vão".

    Mas depois de descobrir que existem músicas evangélicas que falam de Jeová (e não são Testemunhas de Jeová), eu acabei ficando curioso sobre até onde temos que nos atentar ao uso correto dos nomes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá a todos que realmente querem saber a verdade sobre o nome do Deus verdadeiro apenas leia com atenção o que este link fala :https://pt.wikipedia.org/wiki/Tetragrama_YHVH sem nenhuma interferencia religiosa obrigado

      Excluir
    2. olá a todos que desejam realmente saber o nome do Deus verdadeiro sem interferência de religiões leia por inteiro o link a baixo! obrigadohttps://pt.wikipedia.org/wiki/Tetragrama_YHVH

      Excluir
  2. mas eu sei q o nome de deus e Emanuel sicnifica (deus com nosco)

    ResponderExcluir
  3. Mais nossa Igreja deve explicar mais a respeito do nome do nosso Senhor e Deus nas celebrações.

    ResponderExcluir
  4. Tudo bem! eu estou com muita esperança em que o dia Da Paz plena vai chegar.

    ResponderExcluir
  5. Jovem, seu post não faz sentido, dizes que é errado chamarmos Deus de Jeová, mas se fossemos nos basear pelo que dizes teríamos que mudar a pronuncia de todos os nomes da bíblia, por que não conhecemos a forma correta de falar Jesus, Jeremias etc

    Mas mesmo assim, os utilizamos frequentemente.

    Jesus mesmo nos ensinou na oração do Pai Nosso "santificado seja o Vosso nome"

    Mas como vamos santificar alguém conhecido por Senhor ou Deus? Por isso prefiro usar Jeová.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm acho jeanfz como o próprio Jesus disse em sua oração pai nosso q estais no céu santificado o teu nome , em João 17:6 ; 17:25 e 17:26 leiam jesus veio p mostrar o amor de Deus sobre nos, será q quando ele veio ele só ia ensinar a referir o pai como Deus ele tinha uma profunda intimidade com ele então ele falavra pelo o seu nome, pra mim é Jeová .
      Na biblia antes de ser substituído o nome de Deus era mais de 7 mil vezes pronunciado o nome de Deus.entao meu senhor não blasfêmia a palavra de Jesus ele é a verdade

      Excluir
  6. Saudações
    Muitos dizem que os TJ modificaram a bíblia.

    Os amigo alguma vez já ouviram falar em tetragrama? (YHWH) palavras hebraicas que referem-se ao nome de Deus. Jesus disse em sua oração em Mateus 6:9-10 Santificado seu teu nome (o de Deus) como santificar o nome de Deus se não o conhecermos?
    Vc já leu o Salmos 23:1? O "SENHOR"é meu pastor nada me faltará... isso né? bem .. em hebraico se escreve assim...

    א מזמור לדוד יהוה רעי לא אחסר

    Talvez esteja se perguntando como eu sei escrever em hebraico? Na verdade eu colei do site bíblia on line com mais de 50 traduções de bíblias. note algo.
    Sabe o que eu acho de interessante?
    É que no salmos 23:1 Diz: O SENHOR é meu pastor nada me faltará...
    Ali onde aparece SENHOR era para estar o nome de Deus... conforme vc vê ai ( יהוה ) em caracteres hebraicos. e olha que tirei isto de uma fonte evangélica..
    http://www.bibliaonline.com.br/aleppo/sl...
    Fonte(s):
    Mateus 6:9 diz.... santificado seja teu nome... que nome? O de Deus correto? Mas, como santificar... invocar um nome que não sabe? joel 2:32 diz que todos queles que invocar o nome de Jeová Sera salvo. Romanos 10:13 cita joel e diz.. como invocaram a quem não conhecem e não ouviram falar?

    O Tetragrama YHWH ocorre 6.828 vezes no texto hebraico da Bíblia Hebraica de Kittel (BHK) e da Bíblia Hebraica Stuttgartensia (BHS). A frequência em que aparece o Tetragrama atesta a sua importância. Seu uso em todas as Escrituras ultrapassa em muito, o de quaisquer nomes-títulos, tais como "Soberano Senhor (em hebr. Adhonaí)", "o [Verdadeiro] Senhor" (em hebr. Ha Adhóhn), Altíssimo (em hebr. Elyóln) "o [Verdadeiro] Deus" (em hebr. Ha Elohím) e "Deus" (em hebr. Elohím).
    Visto que é católico.... vou mostrar dentro da bíblia católica o nome de Deus.
    Bíblia católica versão ave maria. Êxodo 6:3 .
    Apareci a Abraão, a Isaac e a Jacó como o Deus todo-poderoso, mas não me dei a conhecer a eles pelo meu nome de Javé. (nome de Deus)

    http://www.bibliacatolica.com.br/07/21/8...
    No proprio site católico tem a versão rei jaime... muito boa... que diz no salmos 83:18
    That [men] may know that thou, whose name alone [is] JEHOVAH, [art] the most high over all the earth.

    Agora em espanhol...
    para que sepan que sólo tú tienes el nombre de Yahveh, Altísimo sobre toda la tierra! (olha o nome de Deus ai de novo)

    ResponderExcluir
  7. Serio, não faz sentido, tipo, eu estudei a historia das religiões, e contesto que o nome de deus e Jeová, pois senhor e Deus só são títulos, além do mais que historiadores encontraram uma carta no mar contendo mais de 1 vez o nome de Deus, na realidade o católicos antigamente disseram ser proibido pronunciar o nome de Deus, e isto é mantido até hoje.

    ResponderExcluir
  8. Se baseiam onde diz que "não pronunciai o meu nome em vão", pronunciar em vão é uma coisa, glorificar é outra. Em várias passagens na bíblia o próprio Deus diz para tornar o nome dele conhecido. Dizem que as testemunhas de Jeová são uma seita (seita é uma associação fechada e perigosa que é liderada por alguém), mas vejamos, quem é que tá sendo liderado por leis de homens quando deixam de pronunciar o nome de Deus pq os próprios proibiram? Creio que as testemunhas de Jeová seguem a bíblia exatamente como ela é, sem modificações, sem substituições do nome Jeová que aparece mais de 7000 vezes nas escrituras, por títulos, sem se deixar levar por leis de homens que juntamente com seus achismos se acham superiores a Deus e escondem a verdade das pessoas. Vamos conhecer primeiro antes de abrir a boca e falar o que não sabe.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Gabriela, não conhecem e atacam. Deviam aprender mais da própria religião,conhecer a verdadeira história e ler Apocalipse e veja em quem se baseiam as profecias! Tirem a trave do seu olho amigo!

    ResponderExcluir
  10. Fui católico por 30 anos e nunca tive nenhum incentivo a ler a biblia, depois de pesquisar e começar a ler mudei de ideia, e ai fica a pergunta porque adoram tantos santos se Deus nosso Pai proíbe esse tipo de adoração "Êxodo 20: 4,5"

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Fui católico por 30 anos e nunca tive nenhum incentivo a ler a biblia, depois de pesquisar e começar a ler mudei de ideia, e ai fica a pergunta porque adoram tantos santos se Deus nosso Pai proíbe esse tipo de adoração "Êxodo 20: 4,5"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um que a igreja não perdeu porque nunca foi católico engraçado vira protestante fica estudioso e burro porque existem mais de 50 mil denominações religiosas com homens cheios de iluminismo humano e outra ao citar o livro de êxodo faço um estudo melhor do que é adorar deuses e adorar somente a DEUS e venerar os santos.

      Excluir